26092018_Marajó_03.jpg

Dos dias 19 a 22 de setembro, a Defensoria Pública do Estado participou de ação realizada pela Prelazia do Marajó e a Comissão Justiça e Paz, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Regional Norte 2, na Ilha do Marajó, realizada no Centro Social Menino Deus. A ação foi centralizada nos municípios de Cachoeira do Arari, que resultou em 545 atendimentos e em Soure, com 831. O projeto é uma iniciativa do bispo emérito do Marajó, Dom José Luís Azcona.

O Diretor do Interior, Fabiano Lopes Júnior, representou a instituição e atendeu a comunidade com orientação jurídica e ajuizando ações em defesa dos assistidos. A Polícia Civil e a Delegacia de Polícia também estiveram presentes: onze agentes estiveram realizando emissão de RG e registros civis e agilizando os inquéritos de ações de abuso contra crianças, adolescentes e idosos.

26092018_Marajó_02.jpg

Para Fabiano Diniz que realizou atendimento jurídico os atendimentos da Defensoria Pública, em parceria com a Prelazia do Marajó, foram de suma importância para a população local. “A Defensoria Pública, atendendo pedido da prelazia do Marajó, realizou atendimento jurídico e emissão de documentos nos Municípios de Cachoeira do Arari e Soure, auxiliando a Igreja em ação social. Foram realizados 73 atendimentos jurídicos, no entanto a demanda continua demasiada, pois a região não conta com um defensor público”, contou.

No total, foram realizados 1.376 atendimentos pela Defensoria Pública, entre reconhecimento de paternidade, retificação extrajudicial, orientação e encaminhamento, 2ª via de certidão, ações judicia e petição. Para a Técnica de Defensoria, Maria Vilma Araújo, que atua no Balcão de Direitos, os resultados foram extremamente positivos. “A realização dos atendimentos nos municípios contemplou centenas de pessoas carentes, renovando seus documentos sem custas, tendo oportunidade de ajuizar ações e fácil acesso de orientação jurídica, haja vista essa região ser carentes de serviços gratuitos de cidadania”

26092018_Marajó_01.jpg

Além da Defensoria Pública, a ação social também contou com o apoio da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Segup), Universidade Federal do Pará (UFPa), Fundação Carlos Gomes, Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa) e Prefeitura de Soure.

Texto: Amanda Velasco, com informações do Blog Amazônia Acontece

Fotos: Divulgação


Horário de Funcionamento

Segunda a Sexta-feira das 08:00 às 14:00

Endereço

Prédio SEDE
Rua Padre Prudêncio, nº 154, Belém - Pará - Brasil.
CEP: 66019-080
Fone: (91) 3201-2700
Central de Atendimento
Rua Manoel Barata, nº 50, Belém - Pará - Brasil.
CEP: 66015-020
Fone: (91) 3239-4050

Defensorias Públicas

Homologado Para

Desenvolvido por: Equipe sistemas NTI e Equilibrium Web
Aguarde, carregando...